shutterstock_72617728

OneCare Sensing

“Há dois anos atrás foi-me diagnosticada Diabetes Mellitus Tipo II. Desde então, o OneCare Sensing tem-me acompanhado no meu dia-a-dia, com a realização de medições diárias da glicémia, o que tem permitido controlar e diminuir o impacto da doença na minha vida. O meu médico assistente pode aceder aos dados das minhas medições, a qualquer hora, entrando em contacto comigo sempre que é necessário fazer ajuste às doses de insulina.” – Utente anónimo, Lisboa

O que é o OneCare Sensing? Para que serve? Como funciona?
Saber mais

OneCare Safe

“Escolhi o OneCare Safe para o meu pai como forma de, em caso de necessidade, poder entrar em contacto comigo. As suas debilidades físicas e cognitivas levam a que, por vezes, perca a noção de onde se encontra.

Sempre que sai para os seus passeios, faz-se acompanhar do OneCare Safe, tranquilizando-me quanto há possibilidade de se perder. O equipamento permite que o meu pai solicite ajuda a qualquer momento, permitindo que rapidamente acione os meios, para ir ao seu encontro, com o auxílio das coordenadas GPS” – Cuidador informal anónimo, Braga

O que é o OneCare Safe? Para que serve? Como funciona?
Saber mais

Vivago Residencial

“O Senhor João, é utente do nosso Serviço de Apoio Domiciliário, tendo sido instalado um Vivago Domi, na sua casa, para que estivéssemos sempre informados acerca da sua condição de saúde e bem-estar. Um certo dia, após sintomas de alguma indisposição, o Senhor João premiu o botão de alerta, presente no relógio, que permitiu o nosso auxílio de imediato.” – Cuidadora formal, Serviço de apoio domiciliário, Coimbra

O que é o Vivago Residencial? Para que serve? Como funciona?
Saber mais

Vivago Institucional

“A Dª Maria é nossa utente e sofre da doença de Alzheimer. O relógio da Vivago permite-nos prestar um serviço diferenciador na monitorização do bem-estar da Dª Maria. A obtenção de indicadores da atividade diária, tem vindo a revelar-se um valioso auxiliar na tomada de decisão para a equipa de enfermagem. No caso da Dª Maria verificamos que passava muitas horas da noite sem dormir, por contrapartida dormia grande período da tarde. Esta informação permitiu-nos estimular a Dª Maria, com algumas atividades durante a tarde, para que descansasse mais à noite, ao invés de introduzir mais medicação para dormir.

A par disso, o relógio permite saber sempre que a Dª Maria sai da instituição, o que pode representar um perigo face à sua demência” – Cuidadora formal, Serviço de apoio domiciliário, Coimbra

O que é o Vivago Institucional? Para que serve? Como funciona?
Saber mais