premio-boas-praticas-envelhecimento-ativo-e-saudavel

GameAAL é o Vencedor na Categoria Conheciemnto+ do Prémio Boas Práticas de Envelheciemnto Ativo e Saúdável

O projeto GameAAL – Gamification applied for Active and Assisted Living foi galardoado com o primeiro lugar no concurso de Boas Práticas de Envelhecimento Ativo e Saudável na Região Centro, na categoria Conhecimento+. O prémio, atribuído pelo consórcio Ageing@Coimbra, foi anunciado na passada quarta-feira durante o 7.º Congresso Envelhecimento Ativo e Saudável, no convento de São Francisco em Coimbra.

O GameAAL consiste num sistema integrado de monitorização e promoção de um estilo de vida ativo e saudável para idosos baseado em técnicas de gamificação e inteligência artificial, tendo sido desenvolvido em co-promoção entre a Intellicare e o CIBIT (Universidade de Coimbra) através de uma equipa abrangente e multidisciplinar.

Reuniu o apoio de Entidades Parceiras (Museu Nacional de Machado de Castro, Teatro Académico de Gil Vicente, Salão Brazil, Diário As Beiras e Câmara Municipal de Coimbra), onde a aposta distintiva do GameAAL vai além da divulgação via plataforma de acontecimentos locais (eventos culturais e notícias), focando-se também em ofertas de qualidade provenientes destes parceiros como prémios para os idosos, num claro incentivo à mobilidade e à socialização.

premio_boas_praticas

Durante 2019, foram implementados pilotos para avaliar a solução GameAAL do ponto de vista do impacto no bem-estar dos seus beneficiários. Através do ensaio real das diferentes componentes do sistema, aproximadamente 60 utilizadores finais tiveram contacto com a solução resultado da parceria a ANAI (Associação Nacional de Apoio ao Idoso), CASPAE, CASS (Centro Apoio Social de Souselas), CPBESA (Centro Paroquial de Bem Estar Social de Almalaguês) e CSCRQ (Centro Social Cultural e Recreativo de Quimbres).

O Prémio Boas Práticas é o reconhecimento do GameAAL como uma solução inovadora ao serviço dos mais velhos que constituirá a solução do futuro das residências dos idosos portugueses.

pocentro_pt2020_feder_bom